quinta-feira, 30 de agosto de 2012

Pizza Meio de Frigideira

16

Então… pizza aqui em casa é sempre a mais pedida! Além de ser algo fácil… é muito gostoso! E quando eu vi essa receita... fiquei apaixonada! Pois eu amo pizza fininha e crocante, mas é difícil achar uma que fique gostosa sem quase quebrar o dente… e foi nessa expectativa que comecei a fazer a receita!

Fiz no sábado a noite, e com a pressa que estava acabei pulando algumas partes da receita… mas que acredito que não tenha feito grande diferença não.

Mas vamos ao que interessa:

Receita, que acabei fazendo duas para aproveitar. No fim congelei dois discos… vamos ver se da certo né!

Pizza:

  • ¾ xícara de água morna (180ml)
  • 1 colher (sopa) de fermento seco para pão (10g)
  • ½ colher (chá) de açúcar
  • 1½ xícara de farinha de trigo (210g)
  • ¼ xícara de farinha de trigo integral (45g)
  • 1 colher (chá) de sal
  • 2 colheres (sopa) de azeite extra virgem (descobri no meio da receita que tinha acabado! Então… coloquei óleo no lugar. E deu certo! talvez não todo o sabor do azeite… mas não deu gosto ruim! Que é o que importa! rs)

Numa vasilha, coloque a água morna, o fermento e o açúcar. Bata com o mixer e deixe descansar por 5 minutos até ficar espumoso.

Na tigela da batedeira, coloque as farinhas, o líquido fermentado, o sal (de preferencia longe do fermento) e misture rapidamente. Leve para bater com o gancho de massas pesadas por 2 minutos até a farinha ser incorporada. Coloque o azeite, e se ficar muito úmida, coloque um mínimo possível de farinha de trigo (eu precisei colocar mais 3 colheres de sopa). Bata mais 5 minutos até a massa se soltar da vasilha e ficar lisa e elástica.

Modele numa bola com as mãos untadas com óleo e deite numa vasilha também untada. É importante que a superfície da massa esteja untada também para que não resseque. 

Cubra com filme plástico e deixe crescer até dobrar de volume (de 1 a 2 horas - a minha levou uns 30 minutos, mas porque eu dei uma pré aquecido no forno, desliguei e coloquei a massa lá dentro…muito mais pratico e rápido! rs). Coloque na geladeira e deixe por no mínimo 30 minutos(essa parte eu não tive nenhum tempo quase… Meu noivo chegou na cozinha reclamando que estava com fome! Dai sai correndo fazendo as coisas! rs). Isso vai agregar sabor e melhorar a textura.

Dê alguns soquinhos na superfície para tirar o gás acumulado e divida a massa conforme o seu gosto (De acordo com a Akemi rende 2 discos de 30cm ou 6 discos de uns 24cm. Porém achei que ficou discos muito grandes! E como queria a massa bem fininha, ficou meio sobrando para fora. Dai acabava amassando. Mas ta valendo…na próxima divido em 3 discos! Ou como fiz 2 receitas… talvez 5 discos… mas é uma caso para a próxima receita!).

Modele em bolinhas e deixe descansar por 10 minutos (a primeira acabou ficando menos… mas não sei se faz muita diferença no resultado final!).

Enquanto isso já deixe esquentando uma frigideira grande (24 a 27cm de diâmetro) em fogo moderado/forte. E como já citei… usei a panela elétrica… que tem o formato da forma de pizza… achei muito melhor e mais prático do que a frigideira… que no meu caso… só tenho pequenas… ficaria a noite inteira fazendo discos do tamanho de pratos! rs

Pegue uma bolinha e abra com rolo bem fininho na mesa enfarinhada. Não se incomode se não sair redonda, o formato irregular e rústico é o mais interessante nesta pizza. Porém…meu noivo queria uma pizza redondinha… então pegou o rolo… e foi fazer! Pena que ele só pegou o jeito na ultima! rsrs Mas olha que lindo! Fiquei tão orgulhosa da ajuda dele!

 11 12 Bem…aqui a pizza na panela elétrica. E claro… a pratica ainda não está das melhores né! Vou ter que melhorar testando mais vezes! rs

13

Coloque a massa na frigideira. Depois de 2 minutos já vai levantar bolhas na massa. Se não aparecer, aumente um pouco a chama. Levante um pouco a massa para verificar se dourou no lado de baixo. Se sim, tire a massa ou se quiser, doure levemente o outro lado também. Olha como ela fica douradinha! Eu virei dos dois lados… pois eu gosto dela mais assadinha. E depois o assar no forno vai mais rápido também!

14

Vá repetindo com as outras bolinhas. Depois de prontos, recheie a gosto e leve para assar em forno pré-aquecido beeeem quente (230˚C) por 2 a 5 minutos até que as bordas fiquem bem douradas e o recheio aquecido. Achei que assou até que pouco…mas estavamos todos com fome! Então… derreteu o queijo comemos!

O recheio…fiz um misto de várias coisas, coloquei: ovo cozido (que eu AMO na pizza), ervilha congelada, milho verde, tomate em rodelas e o queijo. No molho eu simplesmente bati o tomate no liquidificador com cebola e um molhinho de manjericão que tinha pronto na geladeira (manjericão batido, pedacinho de alho, um tiquinho de azeite e castanhas). E pronto…pizza delícia pronta!

15

A massa fica crocante e maravilhosa! E olha… se você não tem o costume de usar o ovo cozido… pode adotar isso pras suas pizzas… fica MARAVILHOSO!!!Assinatura

terça-feira, 28 de agosto de 2012

Frozen

A receita de hoje será mais uma das antigas… que será Fronzen (um sorvete de iogurte com frutas), e que é simplesmente divina!!!!! Todo mundo super adora!! E é tão simples de fazer que da até gosto!
A receita é assim:
Pega 1 litro de iogurte natural (pode ser feito em casa ou não…), e coloca para tirar o soro, num tecido dentro de uma peneira e em cima de uma vasilha. Deixa dentro da geladeira, para evitar estragar. E deixa lá… vai sair MUITO soro. Eu nem sabia que saia tanto! Daí joguei o soro fora, pois não sei nada pra fazer com ele… mas se alguém souber… me conta ta! Esse processo vai durar umas 2 horas.
Depois disso coloque na batedeira com 1 caixinha de creme de leite e 8 colheres de açúcar (se preferir menos doce, só diminuir. Ele fica bem docinho assim, mas eu particularmente gostei. Só tem que tentar dosar para o tipo de cobertura que vai usar… para não ficar doce de mais!). Bata até sentir que o açúcar dissolveu bem, e coloque na geladeira por 4 horas.
Depois tire do congelador e bata novamente, e deixe congelar por mais 2 horas. Assim ele ficará mais fofinho.
Eu deixei de um dia para o outro, e claro ele virou uma pedra. Eu comi assim mesmo, cortando em quadradinhos e colocando nas vasilhinhas. Mas acredito que possa tirar mais cedo (eu esqueci disso!), e dar uma batida na batedeira pra ficar molinho novamente, e voltar para o congelador.. isso uns 40 minutos antes de servir, ficaria no ponto, cremoso novamente. (as fotos são da segunda vez que bati na batedeira… ficou bem lindo e saboroso!)
247    248 249
As geléias eu fiz dois modelos…
A primeira é de cereja. Comprei uma compotinha, e piquei as cerejas. Depois coloque numa panela com um pouco de açúcar, leite e um pouco do caldo da própria cereja. E mexi até dissolver. Eu não tive paciência, e desliguei rápido, o que deixou meio cristalisado (ou talvez eu tenha colocado muito açúcar, o que também é uma opção), e ficou um pouco doce. Mas ficou boa mesmo assim.
244
A segunda eu comprei uma geléia pronta de amora, e coloque um pouco de água para derreter. Ficou ótimo também. E na minha opinião, a melhor foi essa. E a mais simples claro. Pois a de cereja, a minha mão ficou vermelha um super tempão… e não queria sair por mais que eu lavasse!
246
245


ps.: receita publicada no pagecook 
Entre e conheça essa rede social de culinária  www.pagecook.com.br









segunda-feira, 27 de agosto de 2012

CRUMBLE DE AVEIA COM MAÇÃ

Hoje vou mostrar mais uma receita super saborosa. O nome é meio estranho… Crumble…e de acordo com nosso lindo Wikipédia temos:

Crumble é um prato doce de origem britânica, feito de compota de frutas picadas cobertas com uma mistura de gordura (geralmente, manteiga), farinha e açúcar, assado até que a cobertura fique crocante. Muitas vezes, é servido com creme, nata ou sorvete, como uma sobremesa substanciosa após uma refeição quente.

As frutas mais empregadas em crumbles incluem maçã, amora, pêssego, ruibarbo, groselha e ameixa. A cobertura pode conter também aveia em flocos, amêndoas ou outras nozes; às vezes leite azedo (por exemplo, vinagre e leite) é adicionado para dar ao crumble um gosto mais exótico. Açúcar mascavo é muitas vezes polvilhado sobre a cobertura do crumble, de modo a formar um pouco de caramelo depois de assado. Em algumas receitas a cobertura é feita com biscoitos quebrados (cookies ou bolachas) ou mesmo cereais matinais, mas isso não é tradicional.

Os crumbles surgiram na Grã-Bretanha durante a Segunda Guerra Mundial. Devido ao racionamento, não havia ingredientes para as tortas tradicionais, que exigiam muita farinha, gordura e açúcar para a massa. Usavam uma simples mistura de farinha, margarina e açúcar para cobrir a torta. O prato também tornou-se popular devido à sua simplicidade, uma vez que deixava às mulheres mais tempo para fazer outras tarefas.

Em algumas partes dos Estados Unidos existe um prato bastante semelhante, chamado crisp. Também parece um bolo de frutas (popular nos EUA), porém com cobertura mais fina.

E a facilidade, e o sabor…super compensa. E não achei uma receita tão calórica. Tirando a manteiga, todo o resto é super saldável. E acredito que até mesmo possa se diminuir um pouco. Desde que fique molhadinha mesmo assim. Ou substituir por um pouco de leite. e deixar a manteiga (ou margarina no meu caso) apenas para dar um sabor. Vou tentar inovar na próxima vez, e dai conto…

242

CRUMBLE DE AVEIA COM MAÇÃ

Ingredientes

  • 1 1/2 xícara (chá) de aveia em flocos finos
  • 100 g de manteiga
  • 1 colher (sopa) de farinha de trigo
  • 2 colheres (sopa) de açúcar mascavo
  • 1 colher (sopa) de uvas-passas
  • 2 colheres (sopa) de nozes picadas
  • 4 maçãs fuji ou maçãs verdes
  • suco de 1/2 limão
  • 1 colher (sopa) de manteiga para untar

Modo de Preparo

Pré-aqueça o forno a 180°C (temperatura média). Numa tigela de vidro derreta a manteiga no micro-ondas. Acrescente a aveia, a farinha de trigo, o açúcar mascavo, as uvas- passas e as nozes, e misture com as mãos, fazendo uma farofa. Reserve.

Descasque as maçãs, corte-as ao meio e retire as sementes. Fatie cada metade, formando meias-luas. Coloque numa tigela, regue com o suco de limão e misture bem, para que não oxidem e fiquem pretas. Como eu fiz numa forma de pão (ou bolo inglês como algumas pessoas conhecem, eu só usei 2 maçãs, que já cobriu todo o fundo meio sobrepondo uma fatia na outra, mas se quiser colocar duas camadas, acho que nada impede). Unte uma forma com manteiga e vá sobrepondo as fatias, todas no mesmo sentido, de modo a formar uma escama.

Espalhe a farofa sobre as maçãs e aperte delicadamente. Cubra com papel-alumínio e leve ao forno por 10 minutos. Retire o papel-alumínio e deixe assar por mais 5 minutos ou até que a crosta de aveia esteja dourada (eu achei que demora bem mais para formar essa crostinha por cima. E meio que desisti até, porque estava com pressa, dai ficou meio macio, mas super gostoso mesmo assim. Da próxima vez, vou tentar deixar assar até ficar crocante, que deve dar um sabor todo especial). Sirva quente ou frio. (eu coloquei uma bolinha de sorvete de chocolate junto. E achei que ficou super divino. Adoro a mistura do quente e frio. E o doce do sorvete com o quase nada de doce do resto… super SUPER combinou!)

243

Eu só achei a receita bem pequena. E como eu não tenho muitas formas pequenas, tive que me virar com essa forma de fazer pão que não é nada bonita. Quero fazer qualquer dia para sobremesa. E dai, vou tentar fazer 2 receitas, e colocar num refratário de vidro todo bonitinho. Ou numa forma de fundo falso para desenformar.

Coisa delícia de se fazer! e super prática! 

Assinatura

sexta-feira, 24 de agosto de 2012

Torta Verde-Amarela com Frango

Faz muito muito tempo… que eu fiz essa receita de torta colorida. De acordo com a data da foto que eu tenho é de 20/03/2011… realmente MUITO tempo! Mas achei que era válido colocar aqui para todos…

 241

Eu jurava que tinha no meu blog antigo. Mas eu olhei por lá e não achei nadinha! Então… vou colocar a receita original… e o que eu realmente coloquei é um mistério até mesmo para mim!240 Só me lembro que o recheio foi de palmito. E a minha massa verde acho que coloquei rúcula também pois não tinha salsinha suficiente. mas é isso… Ela é bem facil de fazer! E fica super gostosa e saborosa!

E gente… desculpa estar colocando receitas antigas assim… é que estou tentando fazer regime e ao mesmo tempo estou sem tempo de cozinhar. Então já viu né… estou tentando fazer o possível para atualizar o blog!

Beijinhos meu povo!! Boa sorte nas suas receitas!!Assinatura

quinta-feira, 23 de agosto de 2012

Quiche de Palmito

 234
Aqui vai uma receita…. que ficou muito gostosa! Porém acho que se eu tivesse seguido a receita a risca…teria ficado melhor! E mais leve.
É que foi assim… resolvi fazer essa receita, e comecei a fazer toda feliz e contente. Quando vejo que eu não tinha um ingrediente fundamental…o queijo minas. Então… Resolvi continuar mesmo assim… e trocar mais ou menos por queijo mussarela. E claro… ficou meio engordurada de mais né!
Mas… vamos a receita, primeiro a original… de um dos meus livrinhos preferidos.
239 O que mudei foi o queijo… e eu acrescentei manjericão no recheio e alecrim. E um ovo batido… para dar uma liga melhor. E foram essas as modificações que fiz…
Tentei vocês com a receita original.. e depois me conta! Se não é gostoso uma quiche de palmito! rsrs
Só sobrou história dele porque tinha poucas pessoas no almoço! rs
Assinatura

ps.: receita publicada no pagecook 
Entre e conheça essa rede social de culinária  www.pagecook.com.br

quarta-feira, 22 de agosto de 2012

Minha receita danada de Batata Rosti

Bem… só para efeito de compartilhamento… e mostrar que o que parece ser simples, nem sempre é!

238

Peguei uma receita de batata rosti na net, e fui tentar fazer toda feliz e contente! Temperei a batata raladinha bem gostoso, e recheei com strogonoff de frango que tinha sobrado do almoço. Mas gente… o negócio grudou tudo! E ainda ficou com gosto de cru! Foi decepcionante!

Porém… descobri que para ela ficar boa, tem que dar uma pré cozinhada no microondas… para ela não ficar aguada e nem crua. Então… tentarei novamente essa ideia… e vamos ver o que vai acontecer!

Aqui parecia que ia dar certo… e que estava tudo lindo!

235 Mas quando eu fui tentar virar… vi que tinha grudado tudinho!!! Um horror!

236 E o prato finalizado… totalmente feio… e com algumas pequenas partes saborosas! Esse foi um dia muito frustrante! Mas faz parte… quem sabe da próxima não acerto!

237 E foi isso… fotos muito feias.. pq né… o prato não ajudou nadinha!

Mas a idéia é ótima… e da próxima assando… e com um tiquinho de habilidade para virar na frigideira… dará certo. (espero!)

E é isso… se você também tem uma receita danada assim… conta pra gente! Sempre bom compartilhar experiências para evitar erros futuros!

Assinatura

segunda-feira, 20 de agosto de 2012

Pãozinho Doce de Maçã

226
Pra variar, na net… achei essa receita MARAVILHOSA de pãozinho de maçã no blog da Akemi. E gente… não resisti de fazer a receita… tanto pela beleza na forma de maçãs, quanto pelo sabor…. que lembra um sonho. Mas muito mais saboroso! Pela combinação do doce de maçã com a a canela.
Bem… não tem como explicar tanto o sabor né.. por tanto… façam a receita! E depois me contem! rs
A receita estou colocando meio na integra… mudando apenas o que eu fiz de diferente… porque como é uma receita BEM grandinha… a preguiça reinou aqui! rs
Massa:
  • 3 xícaras menos 2 colheres de sopa de farinha de trigo (400g);
  • 2 colheres (chá) de fermento seco para pão (6g);
  • 4 colheres (sopa) de açúcar (40g);
  • 1 ovo grande (60g);
  • 220ml de leite morno;
  • ½ colher (chá) de sal (3g);
  • ¼ xícara de manteiga amolecida (50g).
Compota de Maçãs:
  • 2 maçãs;
  • 7 a 8 colheres (sopa) de açúcar (70 a 80g);
  • 1 colher (sopa) de suco de limão;
  • canela em pó a gosto.
Creme de Confeiteiro:
  • 200ml de leite;
  • 2 gemas (40g);
  • 4 colheres (sopa) de açúcar (40g);
  • 2 colheres (sopa) de farinha de trigo (20g);
  • essência de baunilha;
  • 1 a 2 colheres (sopa) de leite condensado (coloquei um pouco mais que 2, pois gosto bem docinho e tinha um restinho na geladeira… e usei tudo para acabar.);
  • 1 colher (chá) de licor Cointreau (não faço nem ideia do que seja isso! Na real! rsrs… mas… quem souber e quiser usar. Sinta-se a vontade! Pra mim não fez falta não!).
Finalização:
  • ovo batido para pincelar
  • palitinhos salgados (usei Stiksy da Elma Chips)
  • amêndoas em lascas (não achei para comprar… então ficou sem! Infelizmente!)        

Começando pelos recheios que precisam estar frios na montagem.
Para a compota, descasque as maçãs e pique em cubinhos de 1cm. Coloque num refratário com o açúcar, cubra com filme plástico deixando uma pequena abertura para que o vapor escape e leve ao microondas. Deixe 10 minutos em potência média (600W) misturando na metade do tempo. Depois, junte o suco de limão e canela em pó, mexa bem e leve por mais 5 a 8 minutos no microondas (no meu caso 8 minutos), sem filme plástico até que quase seque o caldo. Despeje num prato e deixe esfriar.
228
Para o creme de Confeiteiro, coloque numa vasilha, coloque as gemas e o açúcar. Bata na batedeira, porque ninguém merece ficar com dor no braço depois que terminar a receita né. Peneire a farinha de trigo e misture até incorporar. Numa panelinha, coloque o leite e leve ao fogo. Quando começar a borbulhar nas laterais, tire do fogo e despeje em fio na gemada, na velocidade baixa da batedeira. Na receita original, mandava usar o fuet, porém minha coordenação é “ótima”! Então nem cogitei essa idéia. Mas se você leva jeito… vai fundo na ideia! Que economiza louça suja e energia! Procure só misturar, sem bater. Leve ao fogo moderado/forte. Misture sem parar até começar a engrossar. Use uma espátula ou fouet de silicone. Mexa vigorosamente  para não encaroçar. Eu usei maizena para fazer o creme, e achei que endureceu de mais… então quando estava quase no ponto acrescentei mais um tiquinho de leite e deixei ferver mais. Mas não foi muito não! É preciso continuar a mexer por mais alguns segundos depois que o creme encorpar, você vai perceber uma sutil mudança de opaco para brilhoso. Tire do fogo, junte a baunilha e leite condensado e misture bem. Despeje o creme num prato e cubra com filme plástico bem rente. Deixe esfriar.229
Agora a massa… Tenho achado muito mais prático usar a batedeira com o gancho de massas pesadas. E como já tinha tirado ela do armário mesmo… achei muito mais simples. Mas claro… tem dia que na mão ou na máquina de fazer pão é mais prático. Depende do humor… bater na massa as vezes é super relaxante! rsrs Como a Akemi também fez na batedeira… vamos aos passo:
Gosto de fazer o fermento separado. Então… eu coloco numa vasilha que eu consiga bater com o mixer o leite morno, o açúcar e umas 2 colheres da farinha de trigo. E bato até ficar bem uniforme. Daí coloco na batedeira a farinha de trigo, o ovo e essa mistura. Dou uma leve misturada e coloco para bater com o gancho por cerca de 10 minutos. Logo que a farinha se incorporar, verifique se há necessidade de colocar mais leite. Para mim, a quantidade pedida na receita deu certinho. Depois de 10 minutos, junto o sal e a manteiga. Nessa hora parece que a manteiga não vai se incorporar na massa NUNCA! Daí eu joguei umas 2 colheres de farinha, aos poucos. E continua a bater até que tudo seja incorporado. E deixa sovar mais uns 5 minutos até que a massa fique bem lisa e elástica. E olha… fazia tempo que não fazia uma massa tão elástica e bonita.
Daí é só tirar a massa, com as mãos untadas com manteiga ou óleo modelo a massa numa bola e coloco numa vasilha levemente untada com óleo. Cubro com filme plástico e deixo fermentar, dentro do forno meio aquecido, até dobrar de volume (uns 40 minutos).
Dou alguns soquinhos na superfície para tirar o gás acumulado e tiro a massa na mesa. Se a massa estiver pegajosa, pode enfarinhar levemente a mesa. Divida em 16 porções (mais ou menos 50g cada). E como meu olho é MUITO ruim, peguei a balança e fui literalmente pesando certinho! rs Modelo em bolinhas, cubro com pano e deixo descansar, no forno novamente, por 10 minutos.
Enquanto isso, separe 16 forminhas de papel, de preferência anti-aderente, e coloco dentro da forminha metálica de fazer pão de mel. Transfira o creme de confeiteiro para uma vasilha, junte o licor caso esteja utilizando e bata com fouet até voltar a ficar cremoso e liso.
Pegue uma bolinha e abra com se fosse fazer coxinha. Coloque primeiro 1 colher de chá cheia de creme e outra de compota de maçã (Se colocar primeiro maçã e depois creme é mais chatinho na hora de fechar).
Puxe a massa de um lado e de outro e feche. Depois pegue os lados contrários e feche e assim até que consiga fechar inteiramente. Tome cuidado para que o recheio não entre em contato com as pontas da massa que serão fechadas porque ela não vai grudar. É importante puxar a massa primeiro para depois prender. Modele numa bolinha e coloque na forminha de papel com a emenda para baixo. Faça o mesmo com todas as bolinhas.
Depois, quebre o palitinho salgado na metade e enfie até o fundo da bolinha, porém sem furar o fundo. Deixe descansar até dobrar de volume (20 a 30 minutos), e eu sempre coloco no forno quentinho…que acelera todo o processor.
230
Depois deste descanso, empurre os palitinhos para o fundo novamente. Pincele uma fina camada de ovo batido sobre cada bolinha (eu caí na bobeira de bater com o mixer, para diluir aquela gosma da clara, porque se não parece que não da pra passar por cima do pão. Porém a ideia foi boa mas não valida…ficou meio espumoso meu ovo, e não ficou bonito na hora de passar por cima. Mas… ficou coradinho mesmo assim! rs).
231
Se você for mais sortuda que eu e tiver as amêndoas em lascas… agora é a hora de coloca-las ao lado do palitinho, para imitar uma folhinha. Leve para assar em forno pré-aquecido a 190˚C por cerca de 20 a 25 minutos ou até que esteja bem dourado. Deixe esfriar sobre uma grade e armaze em sacos plásticos depois de frios.
232233
Eles ficaram tão lindinhos! E daí parti um no meio para mostrar como fica fofo também! A única coisa que fica mais ou menos…é o palitinho da parte de dentro… que claro … fica murcho né! Mas é só tirar ele antes de comer.. que ta lindo! Ninguém reclamou realmente… rs Se desse…queria fazer um de chocolate… e colocar só depois… mas daí não ficaria com o formato da maçã. 227
Vou colocar a cachola pra funcionar… e quem sabe conto depois pra vocês!Assinatura


ps.: receita publicada no pagecook 
Entre e conheça essa rede social de culinária  www.pagecook.com.br



sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Abóbora Assada e Arroz com Ervilhas

Bem…. o que se fazer quando se tem fome, e não tem nada pronto para comer!? É pois é… sai inventando moda na cozinha! rsrs

E foi isso que eu fiz nesse dia.

225

Tinha abóbora na geladeira, já cortada. Então coloquei no forninho elétrico para assar com um pouquinho de sal por cima e só. Deixei ela assando até ficar macia, e algumas partes até mesmo crocante.221 Enquanto isso fiz um ovinho no pimentão. Mas não qualquer ovinho… ovo caipira da casa da Vovó Zilda! Lá de Minas!! Não tem igual a geminha amarelinha, e poder comer ela molinha! Hum… só de lembrar… já salivo! rs

222 Fiz um arroz semi risoto… picando um queijinho minas no meio e colocando as ervilhas frescas (e congeladas) para cozinhar junto. E no fim, coloquei uma colherzinha de margarina… só para dar brilho.

223 E para temperar melhor a abóbora fiz um molho com todos esses ingrediente:

224Mas pelo rumo. Só sei que ficou meio rose, e super gostoso. E acrescentei uma meia colher de sobremesa de mel. E sal… é claro.

Gente… ficou simples… mas SUPER gostoso! E o melhor de tudo… MUITO simples de fazer!!Assinatura

quarta-feira, 15 de agosto de 2012

Livros, Livros e mais Livros!!

Essa semana eu resolvi dar uma checada em TODOS os livros que tenho de receita! E gente… é MUITA coisa! E o mais engraçado.. é que eu mal uso eles! Tenho a coleção inteira da folha de SP, mas as receitas são meio estranhas… nunca consegui fazer nenhuma! :S

E tem o livrão da Dona Benta… que tem receitas ótimas! Mas por não ter foto, parece que não é a mesma coisa…

E tem meus preferidos… os pequenos livrinhos da Dona Benta, que tem algumas fotos, e receitas MARAVILHOSAS!! É meu preferido!

 217

 Tenho vontade de comprar o resto da coleção… que vende na Avon… mas estou prolongando a idéia, por falta de dinheiro no momento! E tem o fichário para guardar também, que será minha próxima aquisição também, porque se não por ser pequenos…perco tudo facil facil! rs Achei uns perdido por aqui outro dia! E fiquei toda feliz!!218 

E tem alguns outros diferentes…. de receitas de Tofu, e culinária saldável do Sesi e da igreja… Que tem ótimas sugestões também

219

E sabe o que é pior!? Se eu entro numa livraria, fico fissurada nos livros que tem! E da vontade de trazer mais um monte pra casa!! Mas nossa… quase que não tem nem espaço! rs

E no fim, quando quero fazer uma receita nova, fico pesquisando na net, e vendo os comentários das blogueiras. Parece que por ser comentada e testada por pessoas “comuns” a gente se sente mais próxima, mais realista… e a receita acaba dando mais certo.

Mas ainda vou criar coragem, e testar um livro de capa a capa… igual no filme Julie & Julia:

220

Só não acato ao desafio no momento por causa da faculdade. E também porque como não como muitas coisas, por princípios… acaba dificultando um pouco fazer TODAS as receitas! Mais fácil falar que faço quase todas né! rs

Bem… um dia da certo… e eu ia adorar o desafio!!!

Assinatura

terça-feira, 14 de agosto de 2012

Mandioquinha Refogada

Em casa… o único jeito que fazemos mandioquinha, é refogadinha cortada em cubos. Que fica aquela melequinha. Ou então cozida no vapor. E eu estava cansada desse jeito. Então… resolvi cortar ela em rodelinhas BEM finas, que pode ser até com aquele descascador de batata… que da super certo. Daí coloquei um alho refogadinho, pinguei um tico de água pra não queimar. E coloquei um pouquinho de alecrim, orégano e uma maionese de soja para dar um saborzinho (a maionese passo a receita depois, pois tenho que explicar certinho como fazer o leite de soja… e só depois a maionese! rs)208 A cara não ficou muito boa… mas de sabor. Adorei! Até meu noivo que é todo chato pra coisa nova, experimentou e falou que estava uma delícia!

209

Idéias práticas, e que inovam no nosso prato né. Porque tudo sempre igual enjoa e faz mal! rs

Beijinhos meu povo! Assinatura